Conheça

Erica Olbera Fotógrafa Profissional

É muito mais do que fotografia ou apertar um botão de câmera

Ah sim, paulistana raiz, sangue de imigrantes Espanhóis e Italianos, ou seja, falamos e gesticulamos muito (risos).

Estou há quase 10 anos na fotografia profissional, formada pela Escola Panamericana de Arte, de SP, que são 2 anos de formação com critérios rigorosos de aprovação, e fiz minha especialização em Retratos e impressões fineart. Tive estúdio por 3 anos mas hoje prefiro ter a liberdade de fotografar as pessoas em locais que tenham mais relação com a sua personalidade, estratégia de negócio e relevância.

Eu sempre gostei de artes, quando criança recortava, pintava, desenhava. Na faculdade fiquei apaixonada pela Arte Grega, ainda mais depois de uma visita técnica ao Liceu de Artes e Ofício com réplica de estátuas. Posteriormente, de férias em Nova Iorque (EUA), fiquei alucinada com os museus e História da Arte. Anos depois, visitei vários museus na França e como não se apaixonar por Claude Monet e seu Jardim em Giverny ou Versalhes e tantos outros contatos com a arte.

Tudo isso aconteceu quando a fotografia ainda não fazia parte dos meus planos. Fotografei profissionalmente aos meus 20 anos em uma empresa siderúrgica multinacional onde trabalhei por 6 anos, foi no início da minha carreira. Eu trabalhava no departamento de marketing e fiz muitas coisas, mas a fotografia me apaixonei logo de cara, entretanto, vi que exigia um investimento alto em cursos e equipamentos, foi então que isso ficou de lado e segui na área administrativa.

Trabalhei 25 anos no mundo corporativo em empresas de comunicação como Estadão, Folha de S.Paulo e Valor Econômico. Estava no auge da carreira quando percebi que não era aquilo que queria seguir, estava apenas seguindo um padrão. Viajava muito dentro e fora do Brasil, estava assumindo equipes, já morei nos EUA por 6 meses em intercâmbio e mesmo com tudo, passeis alguns anos sem resposta até que resgatei a fotografia, inicialmente como hobby, mas logo entendi que era muito mais.

Para aceitar essa virada na vida e fazer a transição de carreira, fiz muitos cursos de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. Hoje eu posso dizer que todos os cursos me ajudam muito nos dias de hoje a entender mais sobre o outro e assim, ter uma relação melhor com as pessoas e com o resultado.

Atualmente, estou em formação de PNL e sigo alguns cursos paralelos de expressão corporal e micro expressões faciais, como eu disse lá no início, não é só apertar um botão (risos).

Eu sou apenas uma ferramenta e procuro recursos para extrair o que você puder oferecer de informações

Entre em contato e agende uma reunião online.